quarta-feira, 2 de novembro de 2011

VIAGEM DE ESTUDOS

Nos últimos anos nossa comemoração ao “Dia da Criança” inclui uma viagem. Normalmente é feita uma rifa para cobrir as despesas.

Neste ano (2011) a programação para a 1ª. e 2ª. séries foi uma visita à Sede do Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, na Baixada do Maciambu, em Palhoça.

A Maíra (professora e bióloga) encabeçou diversas atividades preliminares (o que é o parque, localização, animais, plantas) e também organizará as conclusões.

As orientações dadas para fazer a outra trilha também serviram para esta viagem, acrescentando ainda um pedido de autorização aos pais (por escrito) e também a necessidade de cada passageiro levar documento de identificação além de uma lista com todos os passageiros.

Depois de todos esses preparativos, fomos eu e o professor Osni com 21 crianças em direção ao Centro de Visitantes do Parque. A viagem de ônibus foi tranquila.

Chegando lá, no caminho em direção ao Centro, para nossa alegria já avistamos um jabuti. Fomos muito bem recebidos. Fizemos um rápido lanche e logo ouvimos uma palestra sobre o parque, principalmente animais.


Chegou a hora da tão esperada trilha. A monitora orientou que era necessário falarmos baixinho para não espantar os animais. Logo avistamos várias capivaras. Infelizmente começou a chover e uma Kombi teve que nos buscar.

De volta ao Centro, fizemos um lanche mais tranqüilo, depois assistimos a um vídeo sobre o Parque. As crianças participaram de uma dinâmica para perceberem a importância da conservação das matas para a sobrevivência das diversas espécies de plantas e animais. Em seguida, os alunos participaram de uma oficina de mosaico, com plantas e animais do Parque.


Nos intervalos puderam observar fotos, banners, ossos, cascas de ovos, armadilha fotográfica, jequis, gaiola, enfim, diversas curiosidades sobre o parque.

À tarde, felizmente a chuva cessou e retornamos à trilha. Pudemos observar plantas e animais e ouvir as explicações da monitora, durante todo o trajeto. Os alunos também faziam perguntas. No final da trilha, subimos num mirante e, de lá, pudemos observar a paisagem de outro ângulo. Na hora de voltarmos novamente ao Centro, de repente, alguns alunos que estavam um pouco mais a frente fizeram um “estardalhaço”, que logo foi explicado: tinham avistado uma ema. Observamo-la de tão perto quanto pudemos.

Voltamos, pegamos nossas mochilas, recebemos os desenhos da oficina de mosaico e algum material para pesquisa. Saímos de lá agradecidos pelo belo dia que tivemos.


Nos dias seguintes, conversamos sobre as duas trilhas, observamos e trocamos fotos, fizemos produções de texto. Fiquei muito surpresa quando uma aluna me passou os vídeos do passeio (Tabuleiro) cuja cinegrafista foi ela mesma (são seis vídeos, 3 bem curtinhos de apenas alguns segundos, e 3 maiores, de 8, 11 e 27 minutos. A mãe da mesma comentou que em uma viagem como esta, muitas vezes, os alunos aprendem mais que em uma semana na sala de aula.



Observações:
* Como já mencionei, estas trilhas são apenas parte de um trabalho maior sobre o Parque Estadual da Serra do Tabuleiro, que ainda está em andamento.

* Para a realização deste trabalho foram utilizados:
- Os uquinhas, para a pesquisa na internet (que apesar de lenta foi muito importante), escrita de pequenos textos e para fotografar animais, plantas (...);
- Máquinas fotográficas digitais, utilizadas para fotografar e filmar;
- Livros, jornais, banners e folders sobre os assuntos estudados;
- Pesquisa informal com pessoas da comunidade e da Sede do Parque;
- Aparelho multimídia, para diversas atividades coletivas, como por exemplo, socialização de fotos e vídeos.

* Todas essas tecnologias e mídias, utilizadas de forma integrada, contribuíram (e ainda estão contribuindo) para o êxito do trabalho.

Fotos de Iasmim Meyer:


Fotos e vídeos de Isadora Mayer Abreu:





video

video

video

Com satisfação: Professora Verena.

Um comentário:

  1. Que belo passeio galera! Esta é a maior unidade de conservação do nosso estado. É muito bom saber que vcs gostaram porque assim, vão valorizar também a maravilosa terra de vcs.
    _ Professora Verena vc podia me mandar o seu email? Os meus alunos gostariam de lhes enviar alguns comentários sobre a ida até S. bonifácio.
    O meu é : cdutraneves@yahoo.com.br
    Abraços e parabéns pelo seu blog

    ResponderExcluir